Empossada Comissão de Segurança Privada

1670b9a5-7d87-48ec-88e4-a10a385cd048A deficiência do Estado brasileiro em oferecer segurança pública efetiva é um dos fatores que levou, nas últimas décadas, ao crescimento da demanda por serviços de segurança privada. Esse setor da economia é regido por legislação específica, fato que justificou a criação da Comissão de Segurança Pública nos quadros da Secional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil.

“A OAB SP alia-se à sociedade civil ao criar esta Comissão que vai refletir sobre os caminhos a serem percorridos para a solução de problemas desse importante setor”, disse Alberto Felício Júnior, durante a solenidade de posse, na terça-feira (14/02), na sede Institucional da OAB SP. Para desenvolver os trabalhos do grupo, ele conta com Felipe Augusto Villarinho, como vice-presidente.

76a7e82a-cea8-48d0-a888-0d84cb35382eO vice-presidente da OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho, representou a Diretoria Secional na solenidade e parabenizou os membros da Comissão. “Na OAB SP e na advocacia é muito presente o sentimento de colaborar com a classe e com a sociedade. Nosso propósito é diagnosticar os problemas e enxergar as melhores soluções para cada um dos temas que se apresentam à nossa entidade”, explicou.

A mesa de trabalhos para essa solenidade de posse também foi formada por Joffre Antônio Dias Belfort Sandin, delegado corregedor aposentado e membro da Comissão; João Eliezer Palhuca, presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica e Cursos de Formação do Estado de São Paulo (SESVESP); Tatiana Diniz, Associação Brasileira de Profissionais de Segurança (ABSEG); Gabriel Tinoco, presidente da ASIS Chapter São Paulo; e Ricardo Tadeu Corrêa, presidente da Associação Brasileira de Cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Vigilantes (ABCFAV).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *