Duplo atentado terrorista na capital do Irã deixa 13 mortos e 40 feridos

Estado Islâmico reivindicou autoria dos ataques. Guarda Revolucionária do Irã culpa a Arábia Saudita e os Estados Unidos pelos atentados.

Police officers control the scene, around of shrine of late Iranian revolutionary founder Ayatollah Khomeini, after an assault by several attackers in Tehran, just outside Tehran, Iran, Wednesday, June 7, 2017. Suicide bombers and gunmen stormed into Iran's parliament and targeted the shrine of Ayatollah Ruhollah Khomeini on Wednesday, killing a security guard and wounding several other people in rare twin attacks, with the siege at the legislature still underway. (AP Photo/Ebrahim Noroozi)

Treze pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas num duplo atentado a lugares simbólicos de Teerã, a capital do Irã.

Um dos ataques foi no mausoléu do aiatolá Khomeini, líder da revolução de 1979 que transformou o país em uma república islâmica. Um homem-bomba se explodiu. Meia hora antes, quatro homens entraram armados no prédio do Parlamento iraniano vestidos de mulher. Eles não chegaram a invadir o plenário, onde estavam os parlamentares.

Os terroristas publicaram um vídeo em que um homem aparece baleado. Muitas pessoas foram retiradas pelas janelas. O governo informou que os seis terroristas eram cidadãos iranianos. Outros cinco suspeitos foram presos. Eles estariam planejando um terceiro ataque.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria dos atentados, o primeiro do grupo no país. Apesar de defender uma visão distorcida do islamismo, o grupo terrorista se define como seguidor da corrente sunita, enquanto o Irã é o maior país xiita do mundo.

A Guarda Revolucionária do Irã culpou a Arábia Saudita e os Estados Unidos pelos ataques. Donald Trump se limitou a dizer que está rezando pelas vítimas, mas acrescentou que países que patrocinam o terrorismo correm o risco de virarem vítimas do mal que promovem.

É um momento de tensão na região, em que os Estados Unidos e seus aliados no Oriente Médio fazem de tudo para isolar o Irã.

Fonte: Jornal Nacional

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/06/duplo-atentado-terrorista-na-capital-do-ira-deixa-13-mortos-e-40-feridos.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *